“O saco sem fundo” por Maria Helena RR de Sousa

28 fev

Tem quem ache que o verbo descobrir para o início da vida em nosso país não está certo. O Brasil não foi “descoberto” por Cabral. O Brasil foi colonizado pelos portugueses depois que Cabral veio dar com os costados aqui e subjugou os índios, que aqui já viviam sabe-se lá desde quando.

E tem quem ache, como os petistas, que foi Lula quem descobriu o Brasil. Descobriu, colonizou, moldou e nele fincou sua bandeira. É tudo deles, ou quase tudo.

Do material ao imaterial, tudo pertence ao PT. A foto do Lula com as mãos encharcadas de petróleo lembra o personagem de James Dean em “Giant” (Assim Caminha a Humanidade, 1956), quando o poço em suas terras começa a jorrar petróleo. Tirando a nenhuma semelhança física entre Dean e Lula, o resto é tal, qual.

Quando Lula está num palanque, aos poucos nos damos conta que ele criou tudo que vemos, as armas, os barões, as praias, os coqueiros, as baianas…

O homem é insaciável e seus partidários alimentam sua fome, querendo mais e mais.

Pensei que fossem se satisfazer com a Capital Federal e seus palácios, afinal de que adianta tanta riqueza sem ter onde e para quem se exibir? Onde estender o tapete vermelho, aterrissar o jato executivo, deslumbrar o povaréu para arrebanhar cada vez mais seguidores e contribuintes para o novo brinquedo petista, a caixinha registradora da vaquinha mococa?

Boba eu. Não pensei em tantas coisas. Mas o PT pensou e hoje já domina bens que jamais pensei fosse querer conquistar, que dirá controlar:

*Você é artista plástico ou colecionador? Já leu o Decreto nº 8.124/2013 publicado no Diário Oficial da União em 18 de outubro passado? O que regulamenta o Estatuto de Museus? Sabe que essa lei garante que o Estado pode declarar qualquer obra de interesse público? A desapropriação é um risco que o colecionador parece correr. Leia o excelente artigo Decreto-confusão, de Márion Strecker (19/02/2014). E procure se informar antes de ceder seus quadros a alguma exposição.

* Você é compositor, músico, arranjador, regente? Então, meu amigo, abra o olho. O PT conseguiu, com alguns amiguinhos dedicados, acampar no ECAD. O que é o ECAD? É o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição, ou seja, a estrutura da gestão coletiva dos direitos autorais. É uma instituição privada que pertence às Associações de Direitos Autorais.

Mas o governo petista preferiu ignorar as dez associações e conseguiu a aprovação de uma lei que lhe dará o direito de interferir no ECAD! Isto é, vai poder nomear oito petistas para tomar conta do que é de, entre muitos e muitos outros, Paulinho da Viola, Alceu Valença, Paulo Cesar Pinheiro… e até meu! Não é uma graça?

Não é, não! Para isso existe o STF que é onde se travará a batalha: os músicos armados com seu talento e a Constituição Federal e o governo com sua cobiça e seu desprezo pelo “livrinho”.

Por quem você torce?

Texto publicado originalmente no Blog do Noblat no dia 24 de fevereiro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: